Focco/SE continuará monitoramento na Atenção Oncológica e realizará ações com universitários

Blog Single Crédito: Cleverton Ribeiro/TCE
Na primeira reunião do ano do Fórum de Combate à Corrupção de Sergipe (Focco/SE) decidiu-se pela continuidade do monitoramento da Atenção Oncológica no estado, realização de atividades de educação nas universidades e houve divulgação das ações da Estratégia Nacional de Prevenção a Fraude e Corrupção. A reunião foi realizada nessa segunda-feira, 17, no Tribunal de Contas de Sergipe. Ficou estabelecido que qualquer ação que um dos órgãos parceiros do fórum realizar na Atenção Oncológica, haverá aviso prévio aos demais para compartilhamento de informações. “Foram feitas inúmeras determinações tanto para o Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE) como para o Hospital Cirurgia. Por isso, as determinações precisam ser acompanhadas para ver se estão sendo cumpridas e em que grau de cumprimento”, explica o coordenador do Focco/SE e secretário do TCU em Sergipe, Jackson Souza. Sobre a Estratégia Nacional de Prevenção a Fraude e Corrupção, o coordenador do Focco divulgou que já foi concluído o levantamento da base de dados dos entes que irão responder o questionário que mapeará de como as organizações estão em relação a suscetibilidade a fraude e corrupção. Foi levantado o poder de compra e de regulação de cada uma das 286 organizações em Sergipe que responderão o formulário. O próximo passo será encaminhamento de um link de acesso para responder ao questionário. **Universitários** Na reunião, decidiu-se ainda abrir um canal de comunicação no meio acadêmico através de palestras dos integrantes do Focco propagar conscientização sobre a importância do combate à corrupção e as ações que cada órgão realiza. “Queremos que a sociedade por meio dos estudantes universitários tenha conhecimento disto. Vamos estabelecer um cronograma de ações previamente estabelecidas para dar constância da presença do Focco neste ambiente acadêmico”, esclarece Jackson. Foi aprovada também a participação do Focco no Projeto “Capacitação de Recursos Públicos por Organizações da Sociedade Civil (OSC Sustentável)” a ser formatado pela promotora de Justiça, Ana Paula Machado. Além do coordenador do Focco/SE e da promotora, estiveram presentes na reunião o procurador-geral do Ministério Público de Contas de Sergipe, João Augusto dos Anjos Bandeira de Mello; o representante do CGU em Sergipe, Claudio Canuto; a diretora técnica do TCE/SE, Patrícia Verônica; e o chefe da Assessoria Militar do TCE, coronel Vivaldy Cabral. ** Focco/SE** Criado em 2015, o Fórum é formado por representantes dos Ministérios Públicos Federal, Estadual e Especial de Contas, Tribunais de Contas da União e do Estado, além da Controladoria-Geral da União e da Secretaria de Estado da Transparência e Controle, além da participação da Polícia Civil do Estado de Sergipe. As instituições atuam de forma integrada na busca de práticas uniformes para o diagnóstico, prevenção e repressão à corrupção. _(Dicom/TCE)_